• 1
  • 2
  • 3

Servindo entusiasticamente,
com amor e temor,

para em tudo te enriquecer em Cristo, em toda a Palavra, em todo o conhecimento (1 Coríntios 1:5).

Testemunhos

Pedro Cândido

Breve testemunho acerca de como se converteu a Cristo e de como tem sido a sua vida ao Seu lado.

José Jacinto Carvalho

Conversão significa mudar de vida e a minha vida mudou mesmo.

Jorge da Silva

Como a graça de Deus o conduziu à salvação em Cristo. Ouve o seu testemunho até ao fim.

Sermões e Estudos

Jose Carvalho 17JUN18
Até quando?

Sermão proferido por José Carvalho em 17 de junho de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:25 realizado em 13 de junho de 2018

Miguel David 10jun18
Saída do beco

Sermão proferido por Miguel B. e David G.em 10 de junho de 2018

Estudo Bíblico
Estudo Bíblico

Sobre a Epístola aos Colossenses 1:24 realizado em 30 de maio de 2018

ver mais
 

07-06-2018 - Cristão negou-se a fazer bolo para casal gay, foi processado, mas venceu na justiça

JackPhillips

 

     Num julgamento aguardado com muita expectativa pela comunidade cristã, o Supremo Tribunal dos Estados Unidos absolveu o pasteleiro
Jack Phillips, do Colorado, da acusação de “crime de discriminação”.

     A decisão, anunciada na passada segunda-feira (4), contraria o dos tribunais do seu estado natal, onde ele foi considerado culpado. Todo o processo gira em torno da sua recusar em fazer um bolo personalizado para o “casamento” entre dois homens.

     Os magistrados do Supremo Tribunal, por 7 votos a 2, entenderam que a Comissão de Direitos Humanos no estado havia demonstrado “hostilidade” em relação à religião do réu no tratamento do caso.

      O processo arrastava-se desde 2012, quando David Mullins e Charlie Craig procuraram a Masterpiece Cakeshop, propriedade de Phillips e encomendaram um bolo artístico, personalizado, para celebrar a sua união. Por ser cristão, o pasteleiro negou-se, alegando que a sua consciência não lhe permitia usar as suas habilidades artísticas para algo que ele não concordava.

     Contrariados, os dois homens em vez de procurarem outra pastelaria, processaram-no, numa clara tentativa de impor judicialmente a agenda LGBT. Ao dar por ganha a causa de Phillips, respeitando a sua religião, o Supremo Tribunal abriu um importante precedente para outros casos em que pessoas que se recusaram a prestar serviços a homossexuais com base nas suas convicções religiosas.

     O voto do juiz Anthony Kennedy, que fundamentou a decisão, é bastante claro. Ele deixou claro que as crenças religiosas se sobrepõe às leis antidiscriminação e isso deve ser usado como base para casos futuros. “O pasteleiro, na qualidade de proprietário de uma empresa que serve ao público, não pode ter o seu direito ao livre exercício da religião limitado por leis geralmente aplicáveis”, escreveu ele na sentença. “A delicada questão de quando o livre exercício da sua religião deve ceder a um exercício de poder estatal de outra forma válido precisava ser determinado num julgamento no qual a hostilidade religiosa por parte do próprio Estado não deveria ser um fator na balança.”

     O caso tornou-se emblemático por que abriu um grande debate entre o peso da liberdade de expressão e o livre exercício da religião, ambos protegidos pela lei. Em alguns estados americanos, há leis que forçam as empresas a atenderem aos clientes sem poder demonstrar preconceito de “deficiência, raça, crença, cor, orientação sexual, estado civil, nacionalidade ou ascendência”.

     Existem outros processos, de floristas, padeiros, fotógrafos e outros fornecedores que, por questões religiosas, negaram-se a oferecer os seus serviços a “casais” do mesmo sexo, alegando que isso viola o seu direito à objeção de consciência. Na maioria dos casos, os tribunais estaduais têm dado como ganho a causa dos homossexuais, baseados nas leis “antidiscriminação”.

- in Daily Mail

FRUINDO DA ADMIRÁVEL GRAÇA DE DEUS,
A NOSSA MISSÃO É AJUDAR TODOS 
A USUFRUIR DA MESMA GRAÇA.

"... vos exortamos a que não recebais a graça de Deus em vão" (2 Coríntios 6:1).
Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus ... (Efésios 3:2)
"... que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar
a ação de graças para glória de Deus" (2 Coríntios 4:15).
"Porque pela graça sois salvos ..." (Efésios 2:8).

  • Avenida da Liberdade 356 
    356 2975-192 QUINTA DO CONDE





     
    Hotel Íbis, Avenida Casal Ribeiro, 23
    1000-090 LISBOA
  • geral@iqc.pt 
  • 966 208 045
    961 085 412
    939 797 455
  • QUINTA DO CONDE
    Clique aqui para ver horário






     

    LISBOA
    Clique aqui para ver horário